Archive for the ‘Higiene Oral’ Category

Aprenda a poupar dinheiro com o milagre da higiene dentária

Wednesday, September 29th, 2010

Poupe dinheiro com o milagre da higiene dentária

Queria vos falar de algo positivo nesta era deprimente. Parece que hoje em dia só nos aparecem desgraças à frente. Aquela máxima de “o mais importante é ter saúde” parece-nos às vezes um mínimo, pois a situação financeira está preocupante e é claramente mais importante.

Como médico dentista vejo diariamente um vasto leque de desgraças. Tenho que lidar com a dor das pessoas, a ignorância, o medo e da carteira das pessoas. Eu creio que poupar aos meus doentes fazendo um trabalho de qualidade é algo positivo, pois a maioria espera pagar muito… e é tão bom poder supreender alguém, mas não estou aqui para falar sobre gastar dinheiro mas sim como o poupar! A palavra chave nestes tempos difíceis.

A regra é simples!

- Se tiver dentes impecáveis, não tem muito com que se preocupar.
– Se tiver dentes estragados e gengivas que sangram, então fique preocupado!

Dentistas, mesmo que simpáticos, são uma necessidade cara.

Vá ao seu dentista, troque de dentista, consulte uma higienista, mas vá e pergunte como é que se lava correctamente os dentes, as gengivas e a língua (sim, também se lavam), faça uma limpeza a fundo (destartarização) e verá que em menos de 48 horas sentirá uma grande diferença no estado geral da sua boca.
Mesmo que não tenha dinheiro para tratar de tudo, se fizer isto consegue impedir que a sua situação fique pior e é uma coisa tão simples que não implica anestesia nem dor.

É relativamente rápido e pode lhe salvar tempo, incómodos e dinheiro.

Chumbo (amálaga) ou Compósito (resina composta) – Qual o melhor

Wednesday, September 29th, 2010

Chumbo ou Compósito – Qual o melhor

Hoje em dia um número cada vez maior dos meus clientes pede-me para mudar as suas restaurações antigas de amálgama (chumbo) para as novas estéticas de compósito (resina composta), sendo a razão simplesmente a estética do sorriso. Existem opiniões divergentes quanto à necessidade deste procedimento. Será que é correcto remover algo que está a proteger bem o dente simplesmente porque é inestético? A amálgama (chumbo) tem sido utilizado com sucesso há mais de 100 anos na restauração de dentes cariados. O problema é que alguns dos seus componentes, como o chumbo e o mercúrio, são conhecidos produtos tóxicos, tanto para o organismo como para o meio ambiente. Tudo bem, em pequenas doses não afecta… mas há quem sustente o contrário.

Tive casos onde o meu paciente foi a um especialista do sangue porque andava com sintomas de artrite reumatóide inexplicáveis. Este especialista italiano recomendou a remoção de toda a amálgama da boca. Resultado: cura total!

Não há provas de que este produto faça mal ao organismo, mas, se há um substituto mais saudável, mais estético e melhor para o meio ambiente, será que não devemos sempre que possível utilizá-lo? Eu acredito que sim. Por isso, não tenho qualquer problema em remover chumbo em prol de compósito e, sempre que faço uma restauração, utilizo somente o compósito estético. Como existem muitas cores, pode jogar-se com elas e obter resultados realmente excelentes. Além disso, as novas gerações de compósito oferecem muito mais garantias no que diz respeito à sua longevidade e estabilidade de cor.

Convém utilizar compósitos de casas comerciais credenciadas e seguir sempre as recomendações do fabricante, para garantir o sucesso do tratamento e, além disso, nem sempre se pode empregar o compósito – por exemplo, em cavidades muito profundas e extensas. Nestes casos deverá ser feita uma coroa estética de cerâmica.

Como se vê, há alternativas bastante boas à amálgama, que oferecem resultados estético excelentes quando bem manipuladas.

Eis alguns exemplos:

Foto Antes Foto Depois

Foto Antes Foto Depois

Dr Miguel Stanley